Ipespe: Diferença para Bolsonaro cai, mas Lula segue na liderança e venceria todos no 2º turno.

Ciro volta a ter 8% e aparece empatado com Moro em terceiro lugar


POR GETULIO XAVIER | 11.03.2022 09H49.




A mais nova pesquisa do instituto Ipespe, divulgada nesta sexta-feira 11, confirma a liderança do ex-presidente Lula (PT) na corrida presidencial deste ano. Ao todo, o petista segue com 43% das intenções de voto na pesquisa estimulada e oscila de 35% para 36% na espontânea. O petista também venceria qualquer candidato em um eventual segundo turno.


Na sequência de Lula aparece o presidente Jair Bolsonaro (PL), que conseguiu reduzir um pouco mais a diferença para o primeiro colocado, que agora é de 15 pontos percentuais. Na primeira Ipespe do ano, o saldo era de 20 pontos. Na sondagem desta sexta, Bolsonaro somou 28%, uma oscilação de 2 pontos percentuais em relação ao último levantamento, quando tinha 26%. Na espontânea, o ex-capitão chegou a 26%, um ponto acima da última pesquisa.


Os resultados desta sexta mostram também que Ciro Gomes (PDT) voltou a ocupar o terceiro lugar empatado com Sergio Moro (Podemos). Os dois candidatos são o que melhor desempenham na chamada terceira via, mas com 8% ainda estão distantes dos primeiros colocados.


João Doria (PSDB) tem os mesmos 3% da última pesquisa. André Janones (Avante), Eduardo Leite (PSDB) e Simone Tebet (MDB) também mantiveram o desempenho, com 1% para cada. Felipe D’avila (Novo) e Alessandro Vieira (Cidadania) não pontuaram.


Nas demais disputas, Lula amplia a vantagem, vencendo as disputas com uma diferença que supera os 20 pontos percentuais. Contra Moro, somaria 51% a 30%; contra Ciro, 50% a 25%; contra Leite, 55% a 17%; e contra Doria, 53% a 18%.


Já Bolsonaro venceria apenas Eduardo Leite, de acordo com o novo levantamento. O gaúcho, segundo as sondagens, teria apenas 35% contra 40% do atual presidente caso chegassem ao segundo turno. Bolsonaro também registra um empate com Moro em um eventual segundo turno, com 33% para cada. Doria somaria 38% e Bolsonaro 37%. Na disputa com Ciro, o pedetista teria 47% e o ex-capitão apenas 36%.


A pesquisa foi realizada pelo instituto entre os dias 7 e 9 de março e contou com mil entrevistas por telefone. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais e o índice de confiança é de 95,5%.


Getulio Xavier

Repórter do site de CartaCapital.